Obrigado e Adeus


E hoje bateu uma saudade de você, do seu  abraço, do seu beijo, dos momentos que passei com você, mas lembrei que você não me pertence mais, aliás, nunca me pertenceu. E eu achando que ia durar para sempre, que você não ia me deixar, que esse amor não ia acabar, mas enfim, acabou. Nem era amor, se fosse amor, não teria acabado.
Foi bom ficar com você, aprendi várias coisas, aprendi a gostar de alguém, aprendi que errando é que se acerta.
Era bom sentir seu toque, seu cheiro, ver seu sorriso, seu olhar me desejando, seu jeito meigo de dizer sim e  dizer não, tudo em você é bom.
Só queria que não acabasse tudo assim, mas do que adianta eu gostar e você não? Do que adianta eu tentar e você não querer? Do que adianta dar amor para quem não quer ser amado?
Não adianta nada mesmo, mas tentei, fui atrás, corri, me entreguei, sofri, chorei, sorri, me emocionei, foi bom enquanto durou.
Só quero que saiba que torço pela sua felicidade, não sou desses que fala: quero ver você feliz não importa com quem seja. A verdade é que eu quero fazer feliz, mas se não da para ser comigo né, fazer o que, acho melhor eu me afastar, não quero saber com quem você vai ser feliz, e se eu souber vou sofrer, vou chorar, mas nunca vou te desejar mal algum.
Você só me fez bem e eu procurei te dar tudo o que tinha, meu amor, meu carinho, meus cuidados, nada foi em vão, mas o que adiantou se não estamos mais juntos.
Mas chega de tentar, de ficar reclamando que ninguém me ama, de ficar tentando acertar onde não tem mais jeito, chega de chorar pelos cantos, chega de fingir que está  tudo bem e no fim tudo está me matando por dentro.
Cansei, mas não vou desistir da minha vida por ninguém, tenho que aceitar a perda, tenho que levantar desse tombo que cai e correr atrás da minha felicidade.
Obrigado pelos momentos que me proporcionou e por toda essa felicidade temporária, obrigado por ser sincero(a) comigo e me dar amor e carinho enquanto pode, obrigado por me machucar agora e fazer eu enxergar que mais tarde podia ser pior.
Obrigado por existir na minha vida e por deixar de existir antes que eu descobrisse que mais para frente eu ia me magoar mais.
Indo embora te deixo meu Adeus, caminhando sem direção em busca da felicidade.
Share on Google Plus

About Georgelis Nascimento

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários: